Ir para o conteúdo

Benefícios da nova versão da Nuvem Híbrida da Matrix

As empresas entenderam que uma das ações estratégicas para aumentar a participação no ecossistema digital é adotar o cloud computing. Este é um dos principais alavancadores para, assim, melhorar a integração com seus clientes, funcionários, fornecedores e parceiros. Principalmente, mas não apenas, em época de pandemia, ter acesso aos dados das empresas de onde quer que os colaboradores estejam, de maneira segura, é essencial. 

>> Entenda a importância da cibersegurança neste novo cenário

Médias e grandes empresas enfrentam desafios específicos na sua jornada para a nuvem, como sistemas e aplicações legadas, complexidade e volume das cargas de trabalho, e imprevisibilidade orçamentária. Organizações que atingem maior maturidade na adoção da nuvem percebem que não existe uma nuvem perfeita, e que o ideal é uma combinação delas.

A infraestrutura de TI da nova geração é integrada: permite proteger investimentos com hardware ou licenças de software legadas, ao mesmo tempo que alavanca a transformação digital com as novas tecnologias de inteligência artificial e data analytics disponíveis somente nas nuvens de grandes fabricantes.

A integração através de arquiteturas de nuvens híbridas permite que sua empresa escolha a combinação perfeita entre consistência de performance de aplicações, hiper escala, inovação e custos. Os serviços gerenciados na cloud simplificam a jornada de adoção à nuvem da sua empresa, contando com atendimento personalizado e com ponto único de contato para toda sua infraestrutura de TI (tradicional ou cloud).

.     

Tecnologias que antes só eram viáveis para grandes empresas passam a ser acessíveis pelas médias, através de tecnologias de cloud computing. MFA (ou autenticação forte ou de múltiplo fator) é uma caso bem didático: a mesma tecnologia utilizada pelos grandes bancos para confirmar suas transações pelo internet banking, agora pode ser utilizada por seus funcionários e parceiros da sua empresa para garantir a identidade positiva do usuário requisitando acesso a dados e sistemas.

>> Saiba aqui como a Matrix pode ajudar a manter sua transformação digital segura:

Uma das recentes transformações na forma de fazer as coisas é a metodologia ágil. Esta prática remonta à primeira década dos anos 2000, e foi primeiramente pensada para ser aplicada às equipes de desenvolvimento de sistemas. Hoje a metodologia ágil tem sido utilizada de maneira ampla, para projetos que envolvem colaboração com equipes multidisciplinares nas mais variadas áreas do conhecimento. No caso de tecnologia da informação, a metodologia passa a ser aplicada com um novo jargão: DevOps.

DevOps é um conjunto de práticas para integração entre as equipes de desenvolvimento de software, infraestrutura e operações de TI, com a adoção de processos automatizados. Tem como objetivo a atualização contínua de novas funcionalidades da aplicação, de maneira independente e transparente para o usuário. 

A metodologia DevOps vai de encontro à maneira tradicional de implementar melhorias na aplicação: ao invés de grandes mudanças na aplicação, e lançamentos de novas versões em períodos semestrais ou anuais (onde era necessário adquirir as novas versões para se beneficiar de novas funcionalidades), as atualizações passam a ser semanais ou mensais, sendo automaticamente implementadas para o usuário-final sem custos adicionais, um conceito denominado integração contínua / entrega contínua (continuous integration, continuous delivery – CI/CD). 

A nuvem híbrida da Matrix suporta a metodologia DevOps através de integração por restAPI para plataformas como Jenkings, Terraform, Puppet, dentre outras.

Outra tendência no mundo dos negócios é o data analytics que consolida e analisa dados de todos os departamentos das empresas, com o objetivo de transformá-los em informações em insights de negócio. 

As empresas perceberam que informação é dinheiro, e nota-se uma alta tendência de integração da cadeia de suprimentos, em que fabricantes podem ter acesso a dados de demanda de grupos varejistas, por exemplo. A chamada indústria 4.0 é dependente das novas tecnologias de  banco de dados de nuvem híbrida (banco de dados como serviços – DBaaS)  para o estabelecimento de data lakes e fluxos de informação de dados.

Finalmente, as novas tecnologias de SDN e SDS (software defined network e software defined storage) vão ao encontro da necessidade de transmissão e armazenamento de dados de maneira mais eficaz, segura e principalmente, distribuída. 

Com a SDN a empresa consegue se livrar de redes legadas como o MPLS e fazer com que links de internet pública passem a compor uma rede corporativa, de maneira segura. Isso simplifica a adesão de novos pontos à rede corporativa, de maneira rápida, segura e por uma fração do custo de redes MPLS. 

O armazenamento definido por software – SDS – permite que volumes enormes de dados sejam armazenados a baixo custo e de maneira colaborativa. Suporta a digitalização dos negócios, oferecendo uma alternativa mais prática e segura para armazenamento de documentos como notas fiscais eletrônicas, por exemplo. 

Agora que você conhece algumas das vantagens do Hybrid Cloud Matrix, pode se interessar, também, por entender melhor as funcionalidade técnicas da plataforma.

Vem saber mais sobre o assunto:

Se preferir, nossa equipe está pronta para te ajudar com sua jornada para a nuvem!


Ricardo Giudice
Autor

Compartilhe