No mundo globalizado e tecnológico, é cada vez mais necessário pensar, debater e criar estratégias de soluções para ataques de hackers, porém, ainda assim, como diziam os mais antigos é melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

Portanto, não existe uma maneira fácil de tratar sobre o problema de segurança digital, ou como proteger os dados e informações de sua empresa de ataques de hackers, pois o assunto é complexo.

Diante disso, é de suma importância saber como proteger sua empresa de ataques de hackers e é sobre isso que vamos falar hoje

Política de segurança da informação

Engana-se quem ainda pensa que os ataques virtuais são direcionados apenas a grandes empresas, pois atualmente esse tipo de invasão acontece bastante com empresas de pequeno e médio porte.

Portanto, independente do tamanho de uma empresa, preocupar-se com a segurança digital deve se tornar uma de suas prioridades.

Ademais, com cada vez mais sofisticação dos softwares e soluções de segurança, o ataque de hackers também tem passado por algumas transformações, a fim de burlarem a segurança e, desse modo, acabam se tornando ainda mais complexos.

E quando um hacker consegue acessar seu sistema pode obter informações confidenciais e importantes, apagá-las ou utilizá-las indevidamente, de modo que, se algo assim acontece com sua empresa poderá colocar à prova toda sua credibilidade.

Diante dessa perspectiva se torna cada vez mais importante as empresas se protegerem de ataques cibernéticos e trabalharem cada vez mais com a segurança dos dados através de protocolos e diretrizes básicas de proteção quando se usa a internet para a condução de negócios.

Tais ações se tornam ainda mais necessárias quando a internet é o próprio negócio de sua empresa, sendo preciso criar uma política de segurança da informação na empresa.

O impacto do ataque de hackers 

É preciso reconhecer que, o ataque de hackers, por menor que seja causa um grande impacto em uma empresa, como já mencionamos a credibilidade da empresa fica fragilizada, mas não é apenas isso.

O roubo de dados, apagar ou alterar informações e também instalar vírus em toda a rede são apenas alguns dos principais exemplos de ataques que uma empresa está exposta constantemente.

A grande realidade é que necessitamos cada vez mais do uso das tecnologias e da internet em transações e negociações comerciais e, portanto, se faz necessário seu uso e a conscientização de que a empresa está exposta a ataque de hackers.

Porém, o meio de minimizar ou impedir as ações de hackers é se assegurar da adoção de pelo menos um limite mínimo de segurança dos sistemas e é sobre essas formas de proteção que vamos elencar abaixo.

5 dicas de como proteger sua empresa de ataques de hackers

Você já deve ter ouvido falar de vários episódios de violação de dados ou brechas em sistemas operacionais que trazem à tona uma série de informações pessoais e até escândalos de privacidade, não é mesmo?

Isso só comprova que o risco de ataque de hackers é real e pode acontecer com qualquer pessoa e qualquer empresa, tal preocupação encontra ainda mais respaldo com a aprovação da Lei de Proteção de Dados no Brasil.

Essa lei traz à tona a necessidade pungente de se pensar em segurança digital e em pelo menos um limite mínimo de medidas de segurança dos sistemas, como as que vamos elencar, confira e proteja sua empresa de ataques de hackers com estas dicas:

1. Certifique-se das licenças e atualizações de sistemas

Certifique-se que o sistema operacional, softwares e aplicativos usados dentro da empresa sejam originais e licenciados.

Pode até ser que muitas pessoas considerem isso uma bobagem, mas é essencial uma empresa refletir sobre suas prioridades, pois está lidando tanto com seus dados como com informações e dados dos clientes, então, é ou não importante se certificar da segurança?

Comumente, softwares piratas têm procedências duvidosas e podem comprometer toda a empresa em caso de ataque de hackers, pois podem trazer para a empresa algumas brechas que facilitem o acesso remoto, sendo possível hackers roubarem informações bancárias, senhas, dados pessoais dos funcionários e clientes, etc.

Já acerca das atualizações de sistemas, por que elas são importantes? Já ouvimos muitas pessoas – creio que você também – dizer que não sabem para quê tanta atualização.

Todavia, elas são fundamentais pois significa que os desenvolvedores do software estão constantemente melhorando-o e aplicando proteções extras para esses programas, tornando-os menos suscetíveis a ataque de hackers e minimizando as chances de vazamento de dados.

E aqui fazemos um adendo que, ao falarmos de atualização de sistemas, estamos nos referindo não apenas a atualização de software como já mencionadas, mas também de atualizar os componentes físicos do hardware, garantindo maior proteção aos seus dados e informações.

2. Invista em um antivírus de qualidade

Um antivírus pode detectar rapidamente uma ameaça que seja baixada em um dispositivo e, em alguns casos podem até mesmo evitar que malwares sejam instalados no computador.

Ter essa ferramenta na sua empresa é realmente um investimento para melhorar a segurança de seus dados e informações.

Vale frisar que 73% dos riscos de ataques cibernéticos envolvem vírus e malwares, portanto garantir um antivírus de qualidade irá auxiliar e proteger bastante sua empresa.

Outro detalhe acerca do antivírus é buscar por versões corporativas que ofereçam suporte técnico, principalmente em se tratando de pequenas e médias empresas que, muitas vezes, não conta com uma equipe de TI.

É importante também certificar-se de estar contratando um serviço de proteção mais completo que utiliza um banco de dados de assinaturas de vírus que ajudam a identificar o vírus e colher informações sobre como o ataque acontece para tentar mitigar as técnicas utilizadas pelos invasores.

3. Aposte no armazenamento em cloud

O armazenamento em cloud (armazenamento em nuvem), tem se popularizado bastante e se tornando uma alternativa bastante eficiente para a segurança de empresas.

Esse serviço é disponibilizado através da internet e é uma solução de hospedagem, sincronização e, claro, armazenamento de arquivos. O melhor desse serviço é o custo-benefício, pois a empresa não precisa investir em servidores.

Não obstante é preciso reconhecer que mesmo os dados e informações na nuvem também estão suscetíveis a ataques de hackers, isto é, estão vulneráveis.

Portanto, o armazenamento em cloud também precisa de proteção, tanto as mais tradicionais como proteções mais específicas para ambiente em cloud computing.

Apostar no armazenamento em cloud é uma boa estratégia de proteção, segurança e escalabilidade, porém, para evitar ataque de hackers no armazenamento cloud é preciso verificar alguns critérios.

Como, por exemplo, certifique-se de que o armazenamento em cloud conte com backups regulares, um bom firewall e antivírus.

Também é válido, verificar a reputação do provedor de armazenamento e conhecer a política de segurança da empresa e dos serviços, bem como ativar a autenticação de 2 fatores e adotar uma política de senhas, entre outros.

4. Valorize a capacitação da equipe de TI

Seja empresas que tenham sua própria equipe de TI ou aquelas que contratam equipes externas é fundamental que valorize a capacitação dos profissionais, se eles são qualificados e competentes.

Pesquisas já comprovaram que mais de 30% de ataque de hackers ocorrem em decorrência de falhas técnicas, por isso que é importante ter uma equipe de TI capacitada e conhecedora de práticas de segurança digital.

5. Oriente seu time de colaboradores

Além das medidas que já elencamos, uma que consideramos indispensável e por isso não poderíamos deixar de comentar é a orientação de seus colaboradores para uma administração segura dos sistemas de informação.

Tendo em vista que uma das formas mais efetivas de ataque de hackers é enganando usuários que têm acesso às informações e, acreditem, por mais cuidadosos que sejam os colaboradores que não são orientados podem acabar sendo vítimas e prejudicarem a empresa.

Boa parte de ataque de hackers tem origem em erros de funcionários seja por abrirem e-mails suspeitos, executarem uma aplicação não autorizada, abrindo dispositivos (pen drives, celulares, etc.) em computadores, entre outros.

O fato é que, para garantir a segurança de sua empresa e minimizar os riscos de ataque de hackers é importante haver uma orientação a respeito da segurança da informação e criar políticas dentro da própria empresa quanto a ações aceitáveis ou não dentro do sistema.

Lembre-se que os dados e as informações de sua empresa são importantes para seus negócios e por isso é necessário não medir esforços para que estejam seguros de ataques de hackers, desse modo, esperamos tê-lo ajudado a garantir menor risco de invasão. 

Para finalizar, siga essas medidas e com certeza você terá maior sucesso na proteção de sua empresa.

MARCO TÂNGARI
Gerente de Segurança e Processos