A transformação digital em constante crescimento tem transformado o cenário de muitas empresas. Nesse contexto, o mercado da cloud computing – ou computação em nuvem – vem ganhando mais espaço em muitas empresas, tendo apresentado crescimento contínuo, neste período de pandemia.

Grande parte dos sistemas e aplicativos que consumimos todos os dias são impulsionados por hospedagem cloud computing e nem mesmo nos damos conta disso. 

Apesar dessa demanda existente, surge também a dificuldade para entender as reais vantagens do serviço para as empresas, já que as soluções se dividem em três categorias: IaaS (Infraestrutura como Serviço), PaaS (Plataforma como Serviço) e SaaS (Software como Serviço).

Para escolher o melhor recurso para sua empresa, é mesmo necessário entender as diferenças e vantagens dessas categorias. Por isso, neste post, elencamos as principais características de cada solução. 

IaaS: Infraestrutura como Serviço

Infraestrutura como serviço (IaaS) é o fornecimento do acesso à infraestrutura de TI online para armazenamento de dados e uso de sistemas de rede. Esse serviço tem como benefício principal a economia de gastos como aquisição de hardware e a utilização do serviço de acordo com demanda da empresa.

o IaaS tem fácil escalabilidade para expansão, permitindo que as empresas paguem apenas pelo que utilizem, evitando que tenham despesas e complexidade ao comprar e gerenciar seus próprios servidores físicos e demais itens de infraestrutura. Um provedor de serviços de computação em nuvem, como a Matrix, gerencia sua infraestrutura, enquanto você adquire, instala, configura e gerencia seu próprio software – sistemas operacionais, middleware e aplicativos.

Quem é cliente de IaaS pode acessar os servidores e armazenamento diretamente, sendo tudo terceirizado por meio de uma espécie de data center virtual na nuvem. Isso porque o serviço oferece as mesmas tecnologias e recursos que um data center tradicional, mas sem a necessidade de gerenciar tudo fisicamente.

Vale dizer que, diferente de SaaS ou PaaS, os usuários IaaS são responsáveis por gerenciar aspectos como tempo de execução, sistemas operacionais, aplicativos e dados, enquanto os provedores gerenciam os servidores discos rígidos, armazenamento, rede e virtualização.

Quais as vantagens do IaaS?

O IaaS, além de ser altamente escalável, garante muitas vantagens às empresas que adotarem o serviço, tais como:

  • Modelo de computação em nuvem mais flexível;
  • Aquisição de hardware baseadas conforme o consumo;
  • Implantação de armazenamento, rede e servidores facilmente automatizada;
  • Recursos adquiridos de acordo com a necessidade;
  • Controle completo da infraestrutura por parte dos clientes. 

O IaaS pode ser usado por empresas que buscam gastar menos tempo e dinheiro na compra de hardware e software. Outras empresas podem preferir manter o controle completo de sua infraestrutura, mas quem busca um crescimento rápido com flexibilidade e escalabilidade pode apostar no IaaS.

Para maior eficiência, é importante contar com serviços gerenciados, apoiados por uma equipe de engenheiros certificados onsite, 7 dias na semana, 365 dias no ano, monitorando tudo 24 horas por dia, gerenciando bancos de dados, segurança e backups.

PaaS: Plataforma como Serviço

O significado de PaaS é serviços de plataforma em nuvem. Ele fornece componentes de nuvem para criação, controle de softwares, bancos de dados e hospedagem. Nesse sentido, os desenvolvedores possuem um ambiente para construir ou personalizar suas aplicações.

O recurso também permite gerenciamento de sistemas operacionais, servidores, armazenamento, rede e virtualização. Tudo isso pode ser gerenciado pela empresa ou por um provedor, para que os desenvolvedores possam, ao mesmo tempo, manter o gerenciamento dos aplicativos.

O PaaS fornece, via Web, uma plataforma para criação de software, oferecendo aos desenvolvedores a liberdade de se concentrarem na criação do software sem a preocupação com sistemas operacionais, atualizações ou infraestrutura.

Quais as vantagens do PaaS?

Dentre as vantagens do PaaS para as empresas, podemos citar:

  • Escalabilidade
  • Personalização de aplicações de forma mais simples para os desenvolvedores;
  • Desenvolvimento e implantação de forma simples e econômica;
  • Automação da política de negócios;
  • Migração fácil para o modelo híbrido.

A utilização do PaaS pode otimizar fluxos de trabalho quando vários desenvolvedores estão trabalhando no mesmo projeto. Além disso, pode reduzir custos e simplificar alguns desafios que surgem ao desenvolver ou implantar uma aplicação.

SaaS: Software como Serviço

O Software como Serviço (SaaS), também conhecido como serviços de aplicações em nuvem, é a opção mais utilizada por empresas que utilizam serviços em nuvem.

Utilizando a internet para entregar a seus usuários aplicações gerenciadas por um fornecedor terceirizado, a maioria dessas aplicações é executada diretamente no navegador, por isso, eles não exigem download ou instalações por parte do cliente, bastando informações de login.

Nesse modelo, a empresa contrata um plano de assinatura e utiliza programas necessários para seus negócios. Em razão dessa característica, o SaaS é muito mais conveniente para o uso de aplicativos específicos – por exemplo, os de gestão de relacionamento com o cliente (CRM).

Além disso, com o SaaS, os provedores gerenciam todos os problemas técnicos, como middleware, dados, servidores e armazenamento. Por esse motivo, é um recurso com manutenção e suporte otimizados para os negócios.

Quais as vantagens do SaaS?

Tanto para as empresas quanto para os funcionários, o SaaS também oferece diversas vantagens. As principais são:

  • Redução de tempo e investimento em determinadas tarefas como instalação e atualização de software;
  • Maior disponibilidade da equipe técnica para focar em questões mais urgentes.

O SaaS é vastamente utilizado, por exemplo, por empresas que desejam iniciar comércio eletrônico de forma rápida e não possuem tempo para questões de software de servidor ou em projetos de curto prazo que precisam de colaboração rápida e acessível.

Em resumo, cada modelo de nuvem oferece funcionalidades específicas e por esse motivo, é fundamental entender essas diferenças para que a empresa encontre a melhor alternativa para sua situação.

Contudo, independentemente da opção escolhida, a migração para a cloud computing é a bola da vez. Não importa se sua necessidade é um software baseado em nuvem para opções de armazenamento ou uma plataforma para aplicações, os recursos de cloud tem uma solução para sua empresa.

Já sabe qual é o serviço de nuvem ideal para você? A Matrix pode te ajudar! Entre em contato com um especialista para encontrar a melhor solução para o crescimento do seu negócio!


Roberto Rozon
Vice Presidente Comercial
Gostou? Compartilhe na sua rede social!